[RP] Like Kings and Queens

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] Like Kings and Queens

Mensagem por Jason S. Hale em Ter Fev 21, 2017 2:04 pm

Like Kings and Queens



Local: Catedral St. Louis
Participantes: Aislinn Woolridge e Jason Hale
Clima: 17°, céu claro e sem nuvens
Data/Dia/Hora: 16 de janeiro, segunda-feira, 18:00
Classificação: Livre
Descrição: Um encontro entre dois bruxos que, até então, mal sabiam o que o destino guardava para eles.




Última edição por Jason S. Hale em Ter Fev 21, 2017 8:46 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Jason S. Hale
The Elders
The Elders

Mensagens : 66
Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 19
Localização : New Orleans

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Like Kings and Queens

Mensagem por Aislinn Woolridge em Ter Fev 21, 2017 7:39 pm


We're hell-raising
we don’t need saving
there's no salvation for a bad girl
-   Estava entediada, já fazia dias que nada de interessante acontecia e aquilo a matava. Afinal, ela era uma bruxa e a vida de uma bruxa não deveria ser chata como a dela estava sendo. Enquanto estava fugindo dos bruxos que costumavam dividir a mesma casa do que ela, nada nunca ficava chato, cada cidade era uma aventura, em cada segundo sentia a adrenalina em suas veias. A ideia de ser pega era emocionante, mas aquela vida era chata. Deveria ir para Salem e ver no que da, pensou se lembrando de como a última vez havia sido. O Halloween havia sido arrepiante, no dia havia se arrependido, mas meses depois só desejava voltar para aquele dia e ter matado a bruxa loirinha. Os seus pulmões almejavam por ar, puro, não o frio que saía do ar condicionado da sua sala. Levantou-se da sua cadeira, pegou as chaves do seu carro e decidida a se animar um pouco, saiu para tomar qualquer líquido com álcool.

A cidade estava calma, por um momento só sentiu a luz do sol contra a sua pele e ouviu o barulho do vento, mas havia algo a mais. Sentiu uma energia forte, um bruxo forte estava por perto. Vieram me matar, seu coração parou por um segundo, temendo que fosse algum bruxo da Califórnia procurando por ela. Vou precisar de uma bebida para enfrentar isso, pensou caminhando em direção a um pequeno bar. Foi questão de minutos, entrou, pediu uma dose de tequila, pagou e bebeu. Sentindo sua garganta queimar, caminhou em direção a catedral, onde sentia que vinha todo aquele poder.

Dentro da catedral era bastante silencioso, só havia ela e mais um corpo. Só conseguia ouvir o barulho que seus saltos faziam enquanto ela caminhava, o que era um azar. Se eu tivesse que morrer já estava morta, pensou enquanto se aproximava. Aislinn não iria cair sem se defender. A altura do homem era igualada a sua, devido ao salto, ele era loiro e a pele parecia porcelana. Tocou-o no ombro, virando-o para si. Quando ele se virou, sentiu os olhos claros do rapaz em sua alma. Ao toque sentiu que só poderia se tratar de um ancião.

— Para mim anciões tinham cabelos brancos, mal de Parkinson e pele enrugada — Disse afastando a mão do rapaz. A presença do loiro a intrigava, o que um ancião Hale estaria fazendo em Nova Orleans. — Gosta de vir a catedral de Nova Orleans para redimir sobre seus pecados? — Suas palavras eram ousadas assim como o meio sorriso que se encontrava em seus lábios. Sorriu para o bruxo, sem seguida lhe deu as costas caminhando por entre os bancos, estava admirando as pinturas e estátuas que se encontravam dentro do local — Desista — disse se virando para ele, ainda sorria — A gente sabe que não adianta nada se redimir.

Aislinn nunca havia gostado de igrejas. Só de estar naquela catedral lembrava-se de sua infância, da mãe religiosa e conservadora. Estar ali fazia com que ela se lembrasse de todos os momentos ruins de quando era pequena e frágil. Olhar para uma imagem de Jesus de braços abertos em uma cruz, fazia com que ela se lembrasse do seu antigo quarto. Dezenas e mais dezenas de crucifixos nas paredes, santos e anjos em gesso sob uma penteadeira, uma cruz ficava atrás da sua porta. Um arrepio percorreu os seus braços. Ele pode saber o que eu estou sentindo.

— Foi bom encontra-lo, Hale — disse enquanto caminhava em direção a saída — Mas igrejas não são minha preferência para encontros — E antes que pudesse sair da catedral, ouviu a porta fechar atrás de si. Não iria lutar com ele para abrir a porta, os dois sabiam quem mais tinha chance de se ferir caso Aislinn cometesse algum erro. Forçou-se a sorrir — Okay, por mim tudo bem. Vamos bater um papo.

_________________
Sick of all these people talking, sick of all this noise. Tired of all these cameras flashing, sick of being poised Now my neck is open wide, begging for a fist around it, Already choking on my pride, so there's no use crying about it


I probably shouldn't be so mean
avatar
Aislinn Woolridge
Witches
Witches

Mensagens : 23
Data de inscrição : 04/10/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Like Kings and Queens

Mensagem por Jason S. Hale em Sex Fev 24, 2017 3:04 pm


Dark Swamp
Strange Meeting


— Perdoai nossas ofensas — recordei-me das poucas aulas de religião que tive com meus pais adotivos. Apesar de fiéis ao culto das trevas, possuíam mente aberta o suficiente para não me privar do pouco contato que eu deveria ter com os mortais e suas crenças e costumes. — Assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido.

Calafrios insistiam em perturbar minha concentração. Óbvio. Toda aquela encenação ia profundamente contra as práticas de bruxaria e rituais de sangue que eu tanto usava em minha rotina.

Ainda assim, como já diziam os mais sábios, era um mal necessário. Ser flagrado por cidadãos em tarefas tão banais como aquela rendiam votos de confiança. Algo que eu jamais dispensaria.

No pouco tempo que tive entre o abrir dos olhos e o descruzar das mãos em prece, senti uma energia se destacar das demais nos arredores. Não algo poderoso e suficientemente alarmante para que eu me levantasse para encarar de frente.

Era algo deliciosamente fraco e temeroso. Uma presença que me dava prazer apenas por saber que, se estava tão próxima, era capaz de sentir minha influência. Mantive minha pose ao notar que alguém entrava na catedral.

Sua essência, perfumada, me deixava em puro êxtase. Como um ferormônio liberado pelas abelhas em certas ocasiões de sua vida. O som dos saltos contra o piso de mármore confirmou as poucas suspeitas que eu reunia. Uma mulher.

Levantei-me e a encarei, inconscientemente tentando decifrar a fonte de tamanha sedução e poder. Seu comentário a respeito de redenção me fez rir.

— Talvez tenha razão — sorri largamente. — Mas um prefeito deve fazer seus deveres, não é mesmo?

O medo que a figura sentia por mim era quase palpável. Isso me deixava feliz e, ao mesmo tempo, preocupado. Não queria espantar todo e qualquer um que cruzasse comigo simplesmente por não saber controlar minha magia.

— Perdão — Desfiz boa parte da postura analítica e me encostei em um dos bancos de madeira da grande catedral. — Não quis te assustar. Como se chama?

obs:
como já explicado por MP, pulei a parte da porta batendo e da identificação do meu sobrenome, gostaria que a RP corresse normalmente a partir do penúltimo parágrafo de Aislinn e de meu último parágrafo como resposta. Obrigado.

Notes: St. Louis  ❥Tagged: Aislinn ❥Words: Date ❥Wearing: Isto!
thanks weird for
avatar
Jason S. Hale
The Elders
The Elders

Mensagens : 66
Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 19
Localização : New Orleans

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Like Kings and Queens

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum